PUBLICIDADE
Policia Rodoviária Registra Ocorrência como Suicídio
18/11/2019 12:14 em Policia

Policia Rodoviária Registra Ocorrência como Suicidio

Fato: Suicídio Ambiente: Rodovia Data: 17NOV19 Horário: 07h55min Endereço: SP 300 – Rodovia Marechal Rondon, km 269,650, sentido oeste. Município: SÃO MANUEL/SP. Btl: 5º BPRv Cia: 3ª Pel: 2º Policiais militares que atenderam: SD PM -  ZARATINI / SD PM  -  PELARES Vtr: R-05309 DP: Botucatu Quantidade de vítimas: 01 vítima fatal. Qualificação das vítimas por gravidade: VÍTIMA FATAL - Vanessa Percario – RG xxxx SSP/SP. Quantidade de veículos envolvidos, por tipo: 01 automóvel marca Fiat, modelo Uno, cor cinza, ano 2003/04, placas DKS-21xx  de Botucatu/SP, conduzido por Vanessa Percario, reg xxxx , cat B, val 12/12/2023.

Descrição da via e das condições climáticas: Tempo bom, pista seca, pista dupla e reta. NOME COMPLETO CMT CPRv: Lourival da Silva Junior – Cel PM NOME COMPLETO CMT BTL: Menemilton Soares de Souza Junior – Ten Cel PM NOME COMPLETO CMT CIA/INTERINO: Renê Ribeiro da Silva – 1º Ten PM NOME COMPLETO CMT PEL: Renê Ribeiro da Silva – 1º Ten PM Registro: BO-e Token BO201911172408136 e RDO 1743/19 Histórico: Após a equipe visualizar que havia um Fiat/Uno parado sobre a faixa de rolamento da alça de acesso do km 254 da SP 300, ao serem notados pela condutora, esta retomou a marcha do automóvel pela pista oeste da Rodovia, em “ziguezague”, momento que através dos sistemas sonoros e luminosos da US R-05309, determinou a parada do automóvel, recebendo da condutora, naquele momento, gesto obsceno feito com a mão esquerda para fora da janela, seguindo pela rodovia onde empreendeu fuga e consequentemente foi acompanhada pela viatura R-05309, que solicitou apoio por meio da Base Operacional de Botucatu/SP, até o km 259,300 quando o veículo Fiat/Uno se chocou contra a mureta de concreto da cabine de pedágio de Botucatu/SP, tendo o automóvel parado por consequência do choque; na sequência a Equipe parou a viatura, determinou o desembarque da condutora, que não ocorreu e em ato contínuo Vanessa ligou o veículo novamente e deixou o local, sendo retomado o acompanhamento até o quilômetro 269,650 da SP 300, Rodovia Marechal Rondon, onde Vanessa perdeu o controle da direção do Fiat/Uno, chocando-se contra um talude ali existente e por não estar utilizando cinto de segurança, a condutora do auto foi projetada do automóvel que ficou imobilizado no km 269,800, sobre a faixa de rolamento da direita da rodovia e a condutora entrou em óbito (morte evidente com exposição de massa encefálica), além de ser posteriormente atestado pela médica Jennyfer Domingues, CRM 175911 do SAMU, que compareceu no local. Compareceu ainda no local dos fatos a viatura de prefixo S-1095 do IC, com perito Davi e fotógrafo Henrique, que realizam seus trabalhos. Foram localizadas no interior do veículo e próximo a ele duas latas de cerveja e duas “pets” de “cachaça”, todas vazias, assim como alguns medicamentos, dentre eles um de uso controlado. CGP2, 1º SGT PM Felippe, no local em apoio à ocorrência com a viatura R-05323. Diante dos fatos, após os trabalhos do IC o corpo foi encaminhado para o IML de Botucatu/SP, por carro de cadáver da funerária Coração de Jesus. Ocorrência apresentada no plantão de Botucatu/SP onde o delegado Jonas Petilho elaborou RDO nº 1743/19. O veículo ficará na Bop 300/3 (Botucatu) à disposição dos familiares. Foram realizadas diligências na Praça de Pedágio e local do acidente, análises de imagens e vídeos, bem como informações junto a duas colaboradoras da Praça de Pedágio que presenciaram o fato e dos dois Policiais que atenderam a ocorrência e, por fim, ao final da tarde o Oficial de Permanência, após tentativas, conseguiu contato com o genitor da vítima fatal, que declarou informalmente que a filha sofria de depressão profunda e já residia na casa dos pais desde 2002, após dois casamentos infrutíferos, que fazia uso de medicamentos controlados desde então e há seis anos só ficava trancada no quarto, além do consumo excessivo de bebida alcoólica, aliado ao fato de que há uns três anos ela tentou suicídio por meio de um acidente de trânsito, sendo projetada pra fora do veículo, pois não fazia uso do cinto de segurança. Importante salientar que o pai dela declarou ainda que na última quinta um dos medicamentos havia acabado e não o encontraram em lugar algum, já no dia seguinte ela estava muito transtornada e pediu pra ficar sozinha em casa, então a família foi para uma chácara e a deixou só, disse ainda que rotineiramente falava em se matar, pois não tinha outra solução, aliado ao fato de que estava com sérios problemas de saúde e necessitava passar por uma cirurgia complicada, que duraria cerca de 16 horas. Diante de tudo e da relevância das informações do genitor, o mesmo foi qualificado no BO-e, ratificou tudo o que foi dito informalmente ao Oficial de Permanência e assinou sua declaração. Feito contato com o Delegado responsável pelo registro da ocorrência e transmitido o que foi apurado, o qual informou que irá ouvir o genitor da vítima e fará um adendo no registro dos fatos. Não teve qualquer dano na viatura e nem lesão nos Policiais, assim como não houve disparo de arma de fogo. AR do CPRv e CorregPM cientes. Estiveram presentes em acompanhamento da ocorrência, os Oficiais 2º Ten PM Vagner SEVERO de Socorro e 1º Ten PM Renê Ribeiro da Silva. Em âmbito interno elaborado BO-e. AUTORIDADES CIENTIFICADAS DA OCORRÊNCIA: Vagner Severo de Socorro – 2º Ten PM

COMENTÁRIOS